domingo, 18 de outubro de 2009

Réquiem para um Sonho.

Todos temos sonhos, sonhos possiveis, sonhos ab[surdos], sonhos quase possiveis, sonhos reais, sonhos que se realizam, sonhos que não se realizam, e mesmo que ele se realize você construirá outro sonho, e viverá ou uma utopia eterna ou um sonho passageiro, ou nenhum dos dois.
Requiem quer dizer musica que se escolhe para morrer, o canto da morte, então esse brilhante filme já me mata só no titulo. Requiem para um sonho, que no meu entendimento seria, o canto da morte para morrer. E então o filme completa o titulo.Um é parte do outro, já que um é a existencia do outro.
O filme conta a historia de Harry e mais 3 pessoas que vivem ao seu redor, esses são, melhor amigo, mãe e namorada.Essas quatro pessoas do filme tem um sonho. E para realiza-lo se apoiam em drogas, e quando conseguem realizar o sonho estão viciados.Então o "Requiem" do título é a droga.
Na parte técnica também é brilhante para mim, o diretor Darren Aronofsky , faz movimentos de cameras que se completam com o filme, há em vários momentos divisão de tela. Cara, isso é raro no cinema,dividir a tela entre o desejo e "quem deseja".O longa conta também com uma trilha sonora foda, onde combina com a emoção e em determinados momentos toca sempre a mesma musica, essa que talvez seria o Requiem dos personagens.
O que eu acho sensacional do filme é que ele nunca mostra as pessoas usando as drogas, mas como o processo age no organismo da pessoa.E por fim o olhar, o olho. O olho que é o primeiro que acorda de um sono.
É certamente um dos meus filmes preferidos.E se eu tenho um poquinho de crédito com você, assisti, eu tô pedindo.O filme é bom. E merece ser visto por vocês meus leitores.

Trailer.

1 dizeres:

Marcel PH disse...

Eu já vi, também achei muito bem sacada a parte em que aparecem os flashes da droga no organismo. É muito bom o filme mesmo.