domingo, 11 de outubro de 2009

Dirigir e Escrever.

Reprovei. Orgulhosa que sou não demonstrei muita tristeza, mas senti.

Eu queria eliminar mais essa tarefa depois dos 18. Eu estou falando da prova de direção, a prova prática.
Mas sabe que eu percebi depois de entrar nesse veículo e conduzi-lo? Que dirigir é igual a escrever.
Pensa bem, seu professor te ensina desde o primeiro dia como conhecer a letras, como conhecer as marchas e os pedais, como usar tudo “sincronizadamente” para não perder o mecanismo das palavras.
Surge certa dificuldade, mas praticando e lendo placas, aprende a ler o carro e aos poucos pega a prática para escrever o caminho. O “esqueleto” do verbo dirigir e escrever todo mundo tem de fazer igual, mas existe um jeito próprio que a gente desenvolve quanto mais faz.
Cada um com sua letra, cada um com o seu jeito de escrever.
Alguns dirigem mal, alguns escrevem errado, alguns dirigem feio, alguns têm letra feia, alguns batem o carro outros assassinam o português.Dirigir  e escrever no MSN bêbado são duas coisas que dão uma só: merda!

Se for dirigir não escreva.

3 dizeres:

Francimare Araújo disse...

Que legal!
Dirigir as letras e escrever os carros.
Muito bom.

Beijo se for de beijos
Abraço se for de abraços!

Rods disse...

Que beleza em? Só cuidado pra não perder a cabeça entre as linhas contínuas... da pista ou não.

mvizquierdo disse...

Muito, muito bom!