quinta-feira, 29 de julho de 2010

Chora comigo.

Essa noite eu sonhei que olhava para o céu e ele estava cheio de estrelas, mas lotado mesmo.Lindo. E você dizia que amanhã então iria fazer muito calor, e já se colocou a reclamar do clima do próximo dia.
Dá pra sentir a diferença, enquanto eu aprecio as estrelas segurando a sua mão, você reclama do calor que ainda nem fez.
No sonho, a lua refletia seus cabelos e iluminava todo o seu corpo.Era tudo perfeito demais, exceto por você. Engraçado isso, porque era perfeito (por você estar) e imperfeito (por você estar).
Eu tive a vaidade de pedir para você olhar nos meus olhos e dizer coisas bonitas, mas na sua terceira frase você reclamou dos mosquitos e perguntou se a gente não poderia ir para cama.
Até aí estava tudo real. Eu nem percebi que era um sonho.
Mas em seguida, ah em seguida.
Você começou a chorar e me implorar para nunca mais te deixar. E então pensei "Eu só posso estar sonhando".
E enquanto eu te envolvia  nos meus braços  pude reparar que a lua sumiu, as estrelas diminuíram e o céu clareou. O céu nos clareou.

*
Pela manha, todo dia eu lembro do seu adeus.E que você morreu sem saber que eu estou morrendo.

1 dizeres:

priscilla disse...

Uaaaaau *0*

"Pela manha, todo dia eu lembro do seu adeus.E que você morreu sem saber que eu estou morrendo."

Lendo isso,senti vontade de dizer o que eu sinto há um ano e seis meses para um pessoa que nem deve desconfiar do que eu siinto..

Teu post me encorajou,mas será que eu vou ter coragem? ...
eu não quero acabar com tudo..mas talvez,com isso eu possa COMEÇAR alguma coisa,neh? que dúvida :S