sexta-feira, 23 de abril de 2010

(Dia)logos de hoje.

Sessão OUN<3

- Alô
- Oii
- Fala!
- Olha pro horizonte, olha aí da janela
- Pronto
- Tá vendo que não termina, não tem tamanho, é profundo, bonito, misturado e infinito?
- Sim, o que que tem?
- Meu amor por você é assim.
- E no meio desse horizonte tem uma lua.Olha para a lua.
- O que que tem?
- Tá linda, num tá?
-Tá.
- é vicioso olhar para a lua, né?
- É.
- É assim que eu fico quando te olho.



Sessão Drama Queen
- Você mataria por amor?não matar, matar, mas matar outras coisas como sentimentos, como matar, tirar coisas da vida por amor?
- Tipo não falar mais com um amigo?
- Também, mas na real digo de matar a si e viver no outro, matar você e pensar só em coisas novas e uma nova vida com um novo alguém?
- Num sei , mas por que você tá perguntando isso?
- Porque eu matei minha vida quando conheci a sua.

7 dizeres:

Raphael Trew disse...

Não se mate por alguem,pois a sua completará a dele.

Rods disse...

/\

Os deuses demandam sacrifício. Ainda mais os da paixão.

Marcel Hartmann disse...

Não se mate por alguem,pois a sua completará a dele. [2]

É até meio doentio isso, sei lá. Como aquelas pessoas que abdicam de si para tentar dar felicidade ao outro

liviadibartolomeo disse...

Quase um kitsch, hein!?!!

ouuuuuuunnnnnnnnnnn

Jacques disse...

Eu gosto do jeito que escreve. É bonito, é intenso, não tem nada de crepusculos e romances reais. Não sei se me engano ou estou ficando louco, mas me lembram muito o filme closer, é simplesmente a verdade. Gostaria de te ver escrevendo sobre terminos dolorosos e consequentes de algum problema. Pra voce, só amor é suficiente?

Já havia comentado em seu blog e pequei em ter esquecido de voltar aqui. Sensacional!

Moniky disse...

ual' "Se matar" por alguém é pra mim, uma das maiores provas de amor. Não vejo como um drama, mas como um breve momento perfeito!

:D

http://ultimamentira.blogspot.com/

Luiza disse...

Os deuses demandam sacrifício. Ainda mais os da paixão. [2]
As vezes parece inevitável, porque amar é deixar parte de você de lado para ser parte do outro. Seja amor de amigo, família ou amor de amor