domingo, 14 de março de 2010

Mania "Cool"

- Alô.

-Nina!
Ela sorriu com o entusiasmo. Ele largou o controle do vídeo game.
- Como foi com seus pais?
- O de sempre, me fez bem. Minha mãe disse que eu tô magra.Acho que vou ao nutricionista.
- Eu também acho que você está magra, mas acho que é o dia-a-dia paulistano. Talvez num tenha a ver com nutrição, você come bem, tirando sua mania “cool” de ser vegetariana.
Ela agora vai falar bastante e Daniel sabe, a provocou de propósito, quer ver ela fora da encenação constante que Nina tem feito para manter as coisas assim.As coisas ruins, mas as coisas assim.
- Dani, meu amor, você sabe que isso num é mania e muito menos “cool”, eu só acho que os coitados dos animais não merecem viver assim, industrializados...
“Por capitalistas nojentos”, assim Dani terminou a frase para Nina , que deu uma gargalhada e depois desfez o sorriso em segundos, pensando o quão triste era esse paradoxo de se divertir com alguém em segundos, e logo depois pensar que isso já te divertiu, mas que agora é descontração para a tensão.Tensão.Sabe quando as pessoas se amam ou acham que se amam?Mas na verdade é aquele costume convencional difícil pra caralho de mudar.É quase como tirar um órgão por doença e precaução.Você sabe que aquilo ali dentro vai matar o resto caso você não o desvincular, mas você sabe também que ele já é uma parte que também vai morrer.É chato.Horrível, as vezes sujo.E nesse sentido o costume e a mudança são cruéis como as bruxas de contos de fadas.
Sabe na televisão, quando os casais, maridos e mulheres da “telinha” completam a frase um do outro e puxa aquela trilha sonora de mesmice?Quase isso.Mas um pouco menos clichê, nesse caso Daniel fez de propósito e Nina sabia, mas respondeu por charme e ele assim que percebeu, completou.Como se os dois se completassem, mas estivessem monótonos demais para dar ibope.
- Que foi?
- Que?
- Você ficou muda.
- Não, eu só estou cansada.
- É melhor você descansar. A gente se fala amanhã.
Daniel desliga sem ouvir resposta, menos esse fingimento antes de dormir cairia muito bem. Nina desliga olha o retrato que ela está com Dani e Pierrot na praia. Suspira de angustia e se deita. O sono a levou

5 dizeres:

Marcel Hartmann disse...

Cara, a Nina tem que aparecer por aqui mais vezes

Rods disse...

Socialismo alimentar é foda. Cruzes. HUAHAUHAUAHUA

Livia Di Bartolomeo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Livia disse...

Concordo com o Marcel que a Nina deve aparecer por aqui mais vezes e digo mais: ela merece um curta.

liviadibartolomeo disse...

Concordo com o Marcel que a Nina deve aparecer por aqui mais vezes e digo mais: ela merece um curta.