domingo, 7 de fevereiro de 2010

Num tenho mais medo.

Você tem um jeito, um jeito perfeito de fazer eu esquecer meus medos, um jeito de dizer coisas certas e de me irritar estando sempre certo.É como se vc já tivesse vivido tudo, como se fosse um Edward, que já viveu tudo e me ensina os caminhos, mas não sabe se movimentar, não sabe qual a estratégia em mim. Porque eu não tenho estratégia, eu sou diferente de tudo o que vc já viu.Não se movimenta em mim como se faz num jogo de war , planejando e depois lutando. Em mim você tem que aprender a lidar com a impulsividade e isso é estranho.

Não me proponha mais a eternidade, ela me machuca. E você (me/é a) cura de todas as dores do passado, sendo o meu presente.

2 dizeres:

Marcel Hartmann disse...

Adorei isso, vc num é um jogo de tabuleiro.

Rods disse...

Não ter medo não é humano. Sei lá.