quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

04:49

As vezes é conveniente olhar para minha cama e lembrar como a gente cabia naquele colchão de solteiro. E hoje eu precisava de você aqui. Nem era necessário uma garrafa de vinho e um filme do Tarantino. Só queria muito que você estivesse aqui.Eu nem quis que você me perguntasse como eu estava no telefone, só queria ouvir um pouco da sua respiração e te imaginar perto da minha nuca. Esse silêncio gostoso que de vez em quando é tudo que eu quero, porque a respiração é o silêncio de quem está vivo. Eu quero silêncio, porque não suporto mais a sua voz, mas preciso de você.Preciso do seu sopro, seu assopro.Você, Você. Teu silêncio é meu melhor amigo.

4 dizeres:

José Sousa disse...

Olá Ana Luisa!
Venho sempre ler os teus artigos, por falta de tempo não comento, mas hoje não resisti, pois me senti. Lindo... este romantismo.

Um beijão e bom fim de semana.

Priscilla disse...

Hey Ana,tem um selo pra você no meu blog *-*










pireiiii na postagem *-*
Que lindo,cara!

:*

Moniky. disse...

tem um selo pra ti no meu blog^^

Marcelo V. Izquierdo disse...

A cada dia mais sensacional.