terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Único a perder

A vida inteira foram me ensinando que não existe pra sempre.

Aos 6 meu primo foi morar em outro estado levando meu coração ainda pequeno e meu melhor amigo dentro de um avião.

Aos 10 meus pais me ensinaram que casamento não era pra sempre e mesmo sem sentir acabei sentindo um rompimento que nem era meu.

Aos 14 muitos amigos foram embora da escola e a gente descobriu junto que não era pra "sempre Oitava B". Senti com o passar dos anos como giz que apaga sozinho das lousas.

Aos 17 quem acabou toda foi a escola me jogando para um ciclo e levando tudo que eu tinha de seguro.

Aos 21 meu irmão foi embora de casa levando o colo mais altruísta que eu conhecia.

Aos 23 o amor que eu acreditei ser da minha vida me deixou em uma estação de metrô com um coração despedaçado e várias mensagens de "te amo pra sempre" no meu celular.

E aos 25 quem é que vai acabar comigo?


(texto baseado nesse post https://www.facebook.com/rvitorelo/photos/a.572376252871872.1073741828.571588222950675/808155242627304/?type=3&theater)

2 dizeres:

WolfY Mendes. disse...

Permita-me comentar esse texto seu. Eu também já tive esse pensamento..a unica coisa que parece ser eterna é alguma que podemos ou nao deixar. E chega um momento...que o unico a acabar com nós, somos nós mesmos.. Ai fica até mais fácil entender as despedidas.

= )

Belo texto, moça.

WolfY Mendes. disse...

*a única coisa que parece ser eterna é alguma marca, historia.