quarta-feira, 20 de maio de 2009

Pessoas que viciam.

Algumas pessoas fazem isso com a gente, num é maldade, é jeito. Elas te trazem para vida delas, te viciam nelas e depois expulsam indiretamente. Sempre tentando ser discreta, porque ela num pode perder a pose e elas querem que você ainda esteja viciada nela.Assim como as drogas, ela agora deixa você usá-la em pequenas quantidades.Afinal você já viciou.
Acontece assim, elas chegam na sua vida como quem num quer nada, deixam você a vontade, e você se encanta de tal forma que se molda nas qualidades e nos defeitos dela.Depois você começa a se identificar com a pessoa e a gostar cada vez mais da sua companhia.E ela parece gostar da sua também.Sem perceber você se apaixona, achando “de boa”,eu digo no sentido amizade, não amor carnal.Esses momentos são os melhores, o auge do uso, o auge do vicio, onde as doses diárias tem feito tão bem, que você dorme dizendo boa noite e acorda dizendo bom dia ao vicio.Ai aos poucos o tempo diminuí e essas pessoas de largam porque já arrumaram outra pessoa pra se moldar, e você quer mais daquilo que te faz bem,alguém que preencha seu espaço sem que ela tenha se enjoado.Sem perceber que aquilo provavelmente nem existiu, aquilo era o que você queria que existisse.Você nem sabe quando ou o que é verdade de tudo que você já ouviu, monta um personagem que te agrade, a pessoa e você.Ela te conta problemas, demonstrando cumplicidade, você ouve todos os problemas alegremente, porque você acha aquilo um símbolo de amizade. Mas ela nunca te larga completamente, ela fingi que é tudo igual, e cinicamente dá desculpas e fingi querer-te por perto, mas não.
Viciar-se em alguém é bom, mas você as vezes cria repulsa e nojo, e fala com a pessoa só por soberania, ou não, ou você só começa a pensar depois do “insight”,começa a perceber e mesmo assim se mantém calada, e só escreve um texto desses para desabafar.Sem nunca, por orgulho, revelar que sabe a tática de amor vicioso que elas jogam na gente.Eu pensei que nunca tinha me apaixonado, mas talvez eu seja apaixonada, ou fui e num percebi.Eu sei lá,as vezes eu to confundindo amor com amizade, mas mesmo assim.O vicio é uma merda.E eu que num percebi nem alertada.

4 dizeres:

Lil disse...

depois de ler teu texto, só vi que não sou única no mundo e que sou completamente viciada em alguém. =~

ah, oi. :D

Marcel Hartmann disse...

Também sou viciado, mas teu texto só me serviu pra lembrar que eu tenho que enfrentar ele.

Rods disse...

Rehab. D:

Vanessa Hartmann disse...

Adorei seu texto.
Bom saber que não sou só eu que é viciada e apaixonada por uma amizade!